31/01/2010

Um verso perfeito por dia (II)

"Entram vacas depois dos forcados
que não pegam nada.
Soam brados e olés dos nabos
que não pagam nada
e só ficam os peões de brega
cuja profissão
não pega."

Fernando Tordo, Tourada

30/01/2010

Um verso perfeito por dia (I)

"E se alguém desconfiar
Porque não tenho um tostão
Dizes que é uma vulgar
Jóia de imitação"


Rui Veloso, Fado do Ladrão Enamorado

Um verso perfeito por dia

A partir de hoje, e até ao final da semana, serão postados versos de músicas portuguesas. Ou pela sua beleza, ou pela sua singularidade ou porque me apeteceu.

21/01/2010

Ou então vejam as novelas do canal da concorrência

Tenho lido muitas opiniões a repudiar os comentários do júri, pricipalmente as do Manuel Moura Santos. É certo que o homem bate com força no ceguinho. Talvez o formato do programa a isso obrigue. (Não sei, digo eu que não percebo nada de formatos de programas de TV.) Mas afinal que comentários esperavam que ele dirigisse aos concorrentes? “Ah e tal, gosto muito de ti. Quando sairmos daqui vamos ver o DVD dos pequenos póneis e na semana que vem vamos todos escorregar no arco-íris com o propósito de encontrar o pote de moedas que está lá escondido.” Pois. Para isso já lá está a Roberta. A pessoa que tinha, e tem, ali um “je ne sais quoi” já saiu. O sentido de humor apurado e a (aparente) maturidade valeram à Carolina uma entrada directa para o CC. Os candidatos a ídolo que ainda lá estão, com os seus tiques de arrogância, superioridade e ingenuidade, só me parecem carne para canhão.

"É isso, andamos todos ao mesmo."

É beto ou aprendeu a ser beto?

(Post publicado no blog http://sushileblon2.blogs.sapo.pt no dia 21/o1/2010. O blog é para ler
inteirinho.)

07/01/2010

Isn´t she lovely?




- para destruir documentos, CDs/DVDs e cartões de crédito

- processa até 7 folhas (A4, 80 g/m2) - com agrafos e clipes

- corte cruzado espacialmente pequeno (aprox. 4 x 18mm) de acordo com o nível de segurança 3.

- e tudo, e tudo e tudo...




(Se houver por aí alguém que, como eu, tenha fétiche por destruidoras de papel, não tenha vergonha. Chegue-se à frente. Não é nada de mais. Digam ao mundo, sem medo e com firmeza "eu tenho adoração por destruidoras de papel". Eu sei que hoje somos poucos. Mas amanhã conquistaremos o mundo.)

06/01/2010

Bom ano a todos...


Muita saúde é o que desejo a todos os leitores do Carapaus à Espanhola. O resto... o resto são histórias que inventamos para que esta coisa toda valha a pena.

O Natal de sempre



As fiestas navideñas foram ótimas. Obrigada. Com todas aquelas coisas do costume. A família, os amigos, o bacalhau, os doces, os férrero, os detestáveis chocolates Belga, a árvore de plástico, a mega drive suportada por duas cassetes VHS da Sony a fazer de cabana ao menino, a lareira, o madeiro, as pantufas oferecidas pela tia, o perfume oferecido pela outra tia, o frio da beira, o fórum atascado de falsa crise, a televisão num canal espanhol qualquer, o cão a ladrar e não vás agora lá fora buscar lenha porque está a chover.

Oxalá seja assim por muitos e muitos mais anos.